top of page
  • Foto do escritorFoccus Consultoria

Novo Salário Mínimo e Alteração da Tabela do IRRF: O que Muda a Partir de Maio



No último dia 30 de abril de 2023, foi publicada no Diário Oficial da União a Medida Provisória nº. 1.171, que traz alterações na tabela do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) a partir de maio de 2023. A principal mudança é a ampliação da faixa de isenção para R$ 2.112,00, o que significa que quem recebe até esse valor não pagará IRRF. Essa é uma ótima notícia para muitos trabalhadores brasileiros que ganham salários menores.


Além disso, a MP também estabelece a possibilidade de dedução simplificada mensal de R$ 528,00. É importante lembrar que essa dedução é opcional, e quem tem direito a descontos maiores, como previdência, dependentes e alimentos, poderá optar por utilizá-los em vez da dedução simplificada.


Para se ter uma ideia, quem recebe até dois salários mínimos não pagará IRRF (R$ 2.640,00) e, descontando a dedução simplificada de R$ 528,00, o valor isento fica em R$ 2.112,00. No entanto, a dedução de R$ 528,00 é opcional. Se o empregado tem direito a descontos maiores, é recomendado utilizá-los.


É provável que os sistemas de folha de pagamento façam a opção mais vantajosa para o empregado de forma automática. No entanto, mesmo que o sistema faça a opção, o empregado pode escolher o que for mais vantajoso de acordo com sua realidade.


Outra medida importante publicada recentemente foi a Medida Provisória nº. 1.172, que altera o valor do salário mínimo para R$ 1.320,00 a partir de 1º de maio de 2023. Essa alteração era esperada e deve beneficiar milhões de trabalhadores que ganham o salário mínimo.


Essas mudanças são sempre importantes para os trabalhadores, que precisam ficar atentos às atualizações nas leis trabalhistas e previdenciárias. Agora, é importante fazer os reajustes necessários na folha de pagamento e aguardar a nova tabela do INSS, que deve ser publicada em breve.


É importante ressaltar que essas medidas provisórias ainda precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional, mas, se isso acontecer, elas entrarão em vigor a partir de maio de 2023.


É importante ficar atento às notícias e aos comunicados oficiais para saber como essas mudanças afetarão a sua vida financeira.

24 visualizações0 comentário

TENHA UMA CONSULTORIA PERSONALIZADA PARA SUA EMPRESA.

bottom of page