top of page
  • Foto do escritorFoccus Consultoria

INDICADORES DE RH: QUAIS SÃO E COMO MEDIR?

Atualizado: 4 de dez. de 2022

Os indicadores de RH também são chamados de Indicadores de Desempenho ou Key Perfomance Indicators (KPIs). Eles são fundamentais para uma gestão eficaz, pois possibilitam observar o desempenho de diversos pilares de uma empresa, como a produtividade da equipe e até mesmo a competitividade.


Também contribuem para que o profissional de RH tome decisões diárias de maneira eficiente, mesmo quando elas são complexas. Isso pode ser visto como um grande diferencial no mercado.


Existem muitas métricas relacionadas à gestão de pessoas, como o percentual de rotatividade ou até mesmo o total de vagas fechadas dentro do prazo. Porém, muitos gestores de RH não conhecem sobre o tema. Pensando nisso, preparamos este artigo para você entender o que são os indicadores de RH, quais são eles, a sua importância e como calcular.

Continue a leitura e conheça mais sobre o indicadores de RH!

O que são indicadores de RH?

Indicadores são dados ou informações que representam um fenômeno e que são utilizados para medir um processo ou seus resultados. Eles servem para compreender e controlar os processos, bem como contribuir para definição de suas metas de desempenho. Indicador não é uma medida direta de qualidade, mas sim algo que identifica e dirige a atenção para assuntos específicos de resultados.


Os indicadores de RH funcionam como uma bússola, eles direcionam os gestores e ajudam em tomadas de decisões acertadas, prevenindo erros na gestão de pessoas. Por consequência, é possível liderar com mais êxito e obter resultados fora da curva.


Basicamente, um indicador revela o que tem dado certo ou errado na empresa. Ou seja, os indicadores de desempenho do RH vão demonstrar através de dados concretos se o departamento está entregando bons resultados para a empresa, auxiliando o setor a ser cada vez mais estratégico.


Para um RH mais estratégico, é preciso mensurar o grau de contribuição da administração do RH para o negócio. Os indicadores fundamentam e justificam investimentos que possibilitam o crescimento da organização.



Qual a importância dos indicadores de RH?


Como é possível saber se suas ações estão dando resultados positivos e negativos se você não tiver nenhum medidor ou não traçou um objetivo a ser alcançado? É impossível medir os resultados nesse caso. O uso de indicadores é importante, pois tem como finalidade apontar se a gestão está perto ou longe de atingir os objetivos, e nos casos onde este ainda não foi alcançado, o que é preciso fazer para alcançar.


Além disso, os indicadores de RH se mostram muito importantes ao comprovar a otimização dos processos, a redução das despesas, além do aumento da produtividade. São capazes de descrever sobre as atuais condições que atingem a empresa, além de apresentar instrumentos de análise para estas condições. Com isso, as empresas estão olhando para os indicadores de RH com mais atenção, uma vez que é preciso ter uma visão ampla das áreas para o sucesso do negócio.


Os indicadores de RH podem ser considerados determinantes para as futuras ações da empresa e costumam ter duas finalidades principais. A primeira é descrever as atuais circunstâncias que envolvem a empresa. Já a segunda oferece condições para uma análise completa e detalhada das circunstâncias. Dessa forma, fica fácil identificar problemas, fraquezas que precisam ser corrigidas e aprimorar os processos.

Agora que você já sabe o que são e a sua importância, conheça os principais indicadores utilizados pelo RH.

Quais são os indicadores de RH e como calcular?

Índice de Rotatividade (turnover)

Quanto menor o índice de rotatividade de colaboradores em uma companhia, melhor o ambiente de trabalho e mais eficientes são os processos de recrutamento e seleção. Esse índice é muito importante, pois um alto número de rescisões gera altos gastos que muitas vezes são desnecessários.

O ideal é que a taxa de turnover esteja abaixo dos 5%. Um valor igual ou acima exige atenção e medidas diretas, como rever as políticas de retenção de talentos. Para calcular essa taxa, aplica-se a seguinte fórmula:

Turnover (%) = Número de funcionários desligados / número total de funcionários ativos no mesmo período x 100

Recomenda-se que essa avaliação seja feita em torno de uma vez ao ano. A entrevista demissional também é uma das melhores formas de avaliar as razões de saída dos funcionários.

Taxa de absenteísmo ou Fator Bradford

Quando um colaborador falta isso é ruim para a empresa, pois seu trabalho deixa de ser feito e, com isso, alguns processo podem ser prejudicados. Principalmente se esse colaborador é especificamente treinado para uma tarefa e há dificuldade de substituição. O Fator Bradford (nome da universidade onde foi criado) é um dos indicadores de RH mais usados para medir a taxa de absenteísmo, normalmente pelo período de 1 ano (52 semanas).

Ele emprega um cálculo matemático diferenciado para isso onde: S = número de vezes que o colaborador faltou por um certo período de dias seguidos D = número de dias totais de faltas

E a fórmula usada é a seguinte: Fator Bradford = S2 x D

Por exemplo: se um funcionário faltou 1 dia porque estava doente; depois não compareceu por 3 dias seguidos na empresa porque quis fazer uma viagem e em um terceira vez ele faltou por 2 dias seguidos devido a morte de um parente próximo, deve-se considerar o seguinte:

S = 3 (ele faltou em 3 períodos de dias consecutivos) D = 6 (no total ele faltou 6 dias ao trabalho)

Substituindo na fórmula: Fator Bradford = 3 x 3 x 6 = 54

Normalmente um índice até 49 é considerado aceitável. Entre 50 e 124 pode-se pensar em conversar com o funcionário sobre o que está acontecendo, caso as faltas não sejam justificáveis. Mais do que isso já começa a ser mais grave.

Indicadores de recrutamento e seleção

Planejar o melhor processo para escolher os talentos certos é um dos desafios de recursos humanos. É durante o recrutamento e seleção que as vagas devem ser fechadas, e para isso é estabelecido um prazo, contando que não haja falhas no processo.

Há uma equação que permite calcular se houve uma taxa significativa de vagas fechadas no prazo:

Vagas no prazo (%) = vagas fora do prazo / total de vagas x 100

Quanto mais perto de zero o valor obtido, melhor está o tempo de fechamento das vagas.

Retorno sobre investimentos (ROI)

A sigla ROI (do inglês: Return On Investment – retorno de investimento) representa o indicador que permite identificar os resultados dos treinamentos aplicados. Ele pode ser calculado pela seguinte forma:

ROI (%) = (Retorno obtido – investimento realizado) / Investimento realizado x 100

Assim, é possível eliminar investimentos desnecessários e averiguar quais treinamentos trazem uma real capacitação.



Produtividade e Desempenho

A eficiência de uma organização está diretamente ligada à sua produtividade durante o expediente. Isso significa produzir mais, usar menos recursos e eliminar erros. Para calcular o quanto o expediente de trabalho é realmente aproveitado, pode-se utilizar a seguinte fórmula:

Produtividade (%) = produtos ou serviços gerados / recursos utilizado


A Avaliação de Desempenho também pode ser uma grande aliada, pois é partindo da avaliação de desempenho que conseguimos identificar os gaps de competências essenciais, técnicas, ou relacionados aos valores da empresa. Além de ser a base para conseguirmos iniciar outros processos de melhoria de desempenho.

Índice de reclamação dos clientes

Quando as reclamações estão relacionadas ao atendimento, elas se associam diretamente aos recursos humanos. O número de queixas dos clientes é calculado da seguinte maneira:

Índice de reclamações (em %) = número de reclamações / número de clientes x 100

O ideal é que haja treinamentos específicos para equipes que lidam diretamente com o público, visando sempre um atendimento de excelência.


Conclusão

Como pudemos analisar, existem muitos fatores que podem ser vistos como indicadores de RH, mas como saber quais serão os indicadores corretos para a sua empresa?


Existem vários indicadores utilizados por profissionais de recursos humanos, tanto para agilizar a tomada de decisões, quanto para facilitar o dia a dia. E por mais que existam diversos indicadores, o segredo é não escolher uma medição sem ter uma finalidade específica. Se você não souber o porquê está acompanhando um número, ele será uma mera burocracia na empresa.


As variações dos indicadores ocorrem de acordo com o número de colaboradores, as unidades da empresa, complexidade das operações, entre outros fatores. Por isso, torna-se essencial identificar e definir quais são os Indicadores de Desempenho que deverão ser utilizados na sua empresa.


As fórmulas, variáveis e questionários podem impulsionar o seu time de colaboradores se forem bem trabalhados e organizados. Para evitar erros durante a manipulação das informações, o ideal é que se faça o uso de um software, que fará a metrificação de cada um dos indicadores para RH, além de armazenar dados de forma segura por tempo indeterminado.


21 visualizações0 comentário

TENHA UMA CONSULTORIA PERSONALIZADA PARA SUA EMPRESA.

bottom of page